Atualizar boleto Bradesco

A algum tempo o Bradesco, banco bem renomado no território nacional, vem com uma pegada de se conectar ainda mais com seus clientes com a ferramenta internet banking, onde disponibiliza vários serviços de fácil acesso ao seu cliente um desses serviços é a impressão da segunda via dos boletos ou a atualização totalmente online.

Com a possibilidade de Atualizar Boleto Bradesco Linha Digitavel, os clientes ganham tempo e a instituição se qualifica como uma das mais conectadas e modernas do país.

Isso atrai mais usuários e investidores. Além disso, eles também estão sempre trabalhando para melhorar outros serviços e estar sempre um passo à frente da concorrência.

Neste artigo vamos mostrar como usar uma das suas ferramentas mais práticas do seu site, e no aplicativo, que além dessa função exercita várias outras.

atualizar boleto bradesco

Praticidade de Atualizar Boleto Bradesco

Com a internet surgiu a necessidade das empresas se adaptarem a essa nova forma de mercado para não perderem clientes e investidores.

Visando esse mercado o Bradesco surgiu com um aplicativo inovador, onde o cliente com conta no modelo internet banking pode fazer operações, visualizar e imprimir faturas de cartões Bradesco, imprimir segunda via do boleto ou atualizar para o pagamento no mesmo dia com os encargos atualizados.

Como usar passo a passo?

Simples e fácil, os passos, você vai entrar no site ou utilizar o aplicativo no seu Smartphone, se estiver com o boleto em mãos irá digitar os números do topo do boleto.

Se não tiver, terá que ligar para empresa que forneceu o boleto e lhe pedir o CNPJ, ou CPF da pessoa da pessoa que você está devendo.

Uma outra opção se você tiver uma conta no Bradesco é digitar seus dados no terceiro campo também apareceram as guias do seu boleto tanto para atualizar quanto para imprimir a segunda via os procedimentos são o mesmo o que muda são as cobranças dos juros e os valores.

Não esqueça de preencher a caixa com as letras e números pedidos no final, é muito importante se manter em dia com suas contas evita vários processos burocráticos e seu nome sempre estará limpo, o que dará muitos pontos para adquirir crédito para investir em novos negócios, novos  financiamentos.

Resultados

Com seu boleto atualizado você terá 24 horas para pagar o boleto já a segunda via permanece o mesmo prazo, com essa forma mais prática você ganhará tempo para se dedicar a outros afazeres.

O banco do Bradesco é famoso pela boas condições  que suas contas oferecem e o seu suporte no atendimento, tornando uma boa opção para sua empresa ou seu conta pessoal.

Ele também se esforça para divulgar essas simples ações que seus clientes podem realizar sem utilização de terceiros, com interesses financeiros, uma dica é ficar atento aos três primeiros números num boleto se forem diferentes de 273, não efetue o devido pagamento.

Vá direto a uma agência e solicite explicações, todos os boletos do Bradesco começam com esse número.

Outros bancos, como o Banco do Brasil, também possui essa funcionalidade. Por isso é sempre importante estar atento aos serviços prestados pela instituição escolhida para administrar o seu dinheiro.

Evite ser vítima de uma fraude e se for vá em uma delegacia especializada e preste queixa outras pessoas podem ter passado a mesma situação e com mais denúncias às autoridades tomaram as devidas ações.

Civilização Persa

Os persas se estabeleceram mais ou menos em 550 a.C. na região leste da Mesopotâmia onde hoje se encontra o Irã, entre o mar Cáspio e o Golfo do México.

Boa parte desse povo veio da Ásia Central e da Rússia na intenção de encontrar terras férteis para se dedicar a agricultura e ao pastoreio.

Eles dividiam as terras, a cultura e o língua com os Medos, que por muito tempo exerceram domínio sobre a civilização persa, por meio da cobrança de impostos, eles também possuíam um exército e uma estrutura política muito forte.

Assim o até então atual príncipe da Pérsia, Ciro, O Grande, decidiu organizar um plano que o fizesse dominar toda a mesopotâmia, porém ele não reprimia a cultura e língua dos povos que eram dominados apesar da sua ambição de dominação expansionista.

Ciro ainda dominou a Lídia, a Fenícia, a Síria, as regiões gregas da Ásia Média, a Babilônia e a Palestina, além dos semitas e hititas da Mesopotâmia Central.

Assim, composto por toda a Ásia Menor e parte do Oriente Médio, foi formado o Império Persa como ficou conhecido.

civilizacao persa

Morte de Ciro

Após a morte de Ciro, Cambises continuou expandindo o território persa dominando as o Egito em 525 a.C. na batalha de Pelusa.

Nesta época, o Mar Negro, o Cáucaso, o mar Cáspio, os desertos da África e da Arábia, o golfo Pérsico, a Índia e grande parte do Mediterrâneo oriental já faziam parte dos domínios da Pérsia, Cambises ainda planejava tomar Cartago.

Porém uma luta interna por poder encerrou seus planos o que tornou Dario o novo Imperador.

Ele era um parente distante de Cambises e através de uma aliança com setores fortes da nobreza conseguiu por fim tomar o trono e reinar no lugar de Cambises.

Dário I

Dario I também continuou o legado de Ciro dominando mais territórios, assim, devido ao crescimento cada vez mais maior do território, o imperador sentiu necessidade de adotar um sistema de organização mais eficiente.

Desta forma ele criou as Satrapias, que era subdivisões do território que contavam com a administração de um Sátrapa que exerciam o controle de domínio dos povos, vigiando e punindo os que desobedeciam as ordens do imperador, eles também eram conhecidos como “Olhos e Ouvidos do Rei”.

Os povos eram livres para ter sua própria cultura e leis, porém deveria pagar impostos e servir ao exército persa.

Religião

A religião persa era o zoroastrismo que acreditava que as forças do bem e do mal estavam constantemente em luta, o deus que representava o bem era simbolizado pelo elemento fogo, Ormuz; o deus do mal era Arimã, que era representado pela figura de uma serpente.

Segundo a crença, o imperador era quase um deus, pois estava no poder por causa de vontade de deus.

Dario queria ainda conquistar a Grécia, mas falhou em Atenas em 490 a.C.

Na batalha de Maratona, precedido por seu filho Xerxes que continuou tentando derrotar a Grécia mas acabou sendo vencido em 480 e 479 a.C. nas batalhas de Salamina e Plateia.

Após tantas derrotas, as províncias aproveitaram o enfraquecimento do império e começaram a realizar rebeliões o que fez a luta interna por poder aumentar significativamente o que culminou na morte de Dario III, último representante persa e no domínio da Persa por Alexandre, o Grande chegando ao fim do poderoso Império Persa.

Fonte: historiageral.org

Mau com U ou Mal com L: Qual devemos usar?

Muitas pessoas possuem dúvida se devem utilizar mau com u ou mal com l nos seus textos.

Essa dúvida é comum, afinal as pessoas confundem muito pois são palavras homófonas(que possuem o mesmo som mas grafia e significado diferentes).

Aqui poderá ver um pouco sobre esse tema e como identificar qual usar na sua sentença.

Mau com U ou Mal com L: Qual devemos usar?

Saber se deve usar mal ou mau é uma coisa muito complicada para algumas pessoas.

Abaixo poderá ver o que significa cada uma das palavras:

Mau com U

É um adjetivo e dá qualidade a um substantivo.

Mal com L

Sua principal função é a de advérbio e normalmente acompanha um verbo.

Também pode ser um substantivo(o mal) e uma conjunção temporal(mal chegou).

Como saber qual das opções utilizar?

mau com u ou mal com l

Essa é a parte que a maioria das pessoas possuem dificuldades.

A dica mais simples que eu posso dar para que você identifique qual utilizar é substituir as palavras pelos sus antônimos e ver qual opção faz mais sentido.

Os antônimos são:

  • Mal – Bem
  • Mau – Bom

Veja alguns exemplos:

Maria gosta de fazer o mal. ⇨ Maria gosta de fazer o bem.

João foi mal na prova de português. ⇨ João foi bem na prova de português.

O prefeito fez mau uso do dinheiro público. ⇨ O prefeito fez bom uso do dinheiro público.

André vive sempre de mau humor. ⇨ André vive sempre de bom humor.

Conclusão sobre quando usar mal e mau

É bem simples verificar qual das opções você deve suar em cada momento.

Mas deve prestar atenção pois é muito fácil de confundirmos os termos principalmente se estivermos desatentos.

Use, sempre que possível, o truque de fazer a substituição por seus antônimos.

Também faça muitos exercícios para que fixe bem o tema e nunca mais esqueça como utilizar corretamente essas duas palavras tão importantes do nosso querido português.

Cadastro do Bolsa Família

Muitas pessoas estão procurando saber sobre como fazer o Cadastro no Bolsa Família.

Porém é comum que elas se encontrem perdidas em meio a um mundo de informação que existe espalhando pela internet.

Então decidi criar esse posts para ajudar as pessoas, visto que essa é a motivação principal do meu blog.

Então leia o artigo e entenda como fazer o procedimento:

Como Fazer o Cadastro do Bolsa Família?

Para fazer o cadastro do Bolsa Família basta que a pessoa compareça ao local de atendimento, na data e horário propícios para atendimento, levando toda a documentação necessária.

Os locais de atendimento mais comuns são:

  • CRAS
  • CREAS
  • Centro POP
  • Secretaria Municipal de Assistência Social
  • Central do Cadastro Único no Município

Mas pode ser que outros lugares façam o atendimento, visto que o mesmo é descentralizado e o Governo Federal apenas indica que é preciso haver o atendimento, mas não especifica como e quando o atendimento deve ser feito.

Por exemplo, uns municípios trabalham com agendamento e outros não. Isso ocorre porque cada município trata de uma maneira diferente o benefício.

Outra coisa que precisa ter em mente também é que não é possível fazer o cadastro do Bolsa Família online pela internet. Então tome cuidado se algum site informar isso porque pode ser que ele esteja apenas querendo roubar suas informações.

como fazer cadastro bolsa familia
Como Fazer o Cadastro do Bolsa Família

Documentos necessários

Da mesma forma que a forma de atendimento, os documentos necessários para fazer o Cadastro do Bolsa Família a serem solicitados podem ser diferentes a cada município.

Por isso é importante procurar saber como é o atendimento e quais os documentos necessários no seu município.

Mas os documentos mais comuns de serem solicitados são:

  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Carteira de Trabalho
  • Carteira de Identidade
  • Certidão de Casamento
  • Certidão de Nascimento
  • Comprovante de Residência
  • Contracheque ou holerite de quem trabalha formalmente
  • Certidão negativa ou Extrato do INSS de aposentados e pensionista
  • Declaração escolar dos estudantes

Cada município trata o programa de uma forma diferente. Por isso é importante, antes de tudo, averiguar como funciona isso em seu município e, assim, evite perder tempo indo e tendo que voltar posteriormente.

O que fazer se tiver mais dúvidas?

Caso tenha mais dúvidas poderá utilizar da central de atendimento do MDS ligando para o telefone 0800 707 2003. A ligação é gratuita e você poderá esclarecer mais dúvidas que não foram sanadas com esse artigo.

Tarifa Social de Energia Elétrica

No artigo anterior que fiz nesse blog iniciei a minha contribuição para com a sociedade escrevendo um texto sobre como economizar na conta de luz. Acontece que depois, navegando pela internet,  encontrei um benefício social que pode ser de grande utilidade para quem deseja pagar menos na conta de luz: a Tarifa Social de Energia Elétrica ou TSEE.

O Brasil é um país onde as informações são pouco difundidas. Por isso decidi criar esse artigo para alertar as pessoas que esse benefício existe e que várias pessoas podem ter direito a ele.

tarifa social de energia eletrica
Tarifa Social de Energia Elétrica: Desconto na Conta de Luz para Baixa Renda

Quem Tem Direito à Tarifa Social de Energia Elétrica?

A família que possui direito ao benefício é aquela que:

  • possuir renda per capita de, no máximo, meio salário mínimo;
  • tiver na casa alguma pessoa que recebe o Benefício de Prestação Continuada do INSS; ou
  • possuírem renda de até três salários mínimos desde que haja na casa alguma pessoa que dependa de aparelhos que consomem energia elétrica de forma contínua por problemas de saúde

Esse é um dos benefícios mais comuns das pessoas conseguirem pois é bem fácil de se requerer.

Como Conseguir o Desconto na Conta de Luz?

Para conseguir o Desconto na Conta de Luz através da TSEE, a família deve:

  1. cumprir um dos requisitos descritos no item anterior
  2. fazer o Cadastro Único do Governo Federal
  3. esperar o número do NIS ser gerado e pegar o mesmo com o atendente um dia depois de fazer a inclusão cadastral
  4. procurar a empresa distribuidora e solicitar o desconto com o número do NIS em mãos

Obs.: caso já tenha o cadastro é necessário que o mesmo esteja atualizado para recorrer ao benefício.

Quem faz o cadastro para o requerimento desse benefício é a prefeitura da sua cidade. E, normalmente, o atendimento é feito no CRAS mais próximo da residência da família.

Qual o Valor do Desconto?

O valor do desconto varia de acordo com o consumo familiar, respeitando a seguinte tabela:

valor da tsee baixa renda

Então, se gastar menos terá um desconto percentualmente maior. Isso é um incentivo para que as pessoas economizem e tenham um maior desconto.

Devemos, também, prestar atenção ao caso especial das famílias quilombolas ou indígenas, onde o desconto na conta de luz é de 100% se o consumo for até 50kWh/mês.

5 Dicas para Economizar na Energia Elétrica

Esse é nosso primeiro artigo aqui no site e nada melhor do que dar 5 Dicas para Economizar na Energia Elétrica e pagar menos na Conta de Luz no Final do Mês.

Claro que as dicas aqui dadas são simples, porém podem ser efetivas se sua família possui um consumo elevado.

Qualquer economia que façamos pode ser útil!

5 Dicas para Economizar na Energia Elétrica
5 Dicas para Economizar na Energia Elétrica

5 Dicas para Economizar na Energia Elétrica

Existem muito mais que 5 formas de se fazer essa economia, porém aqui vou dar as principais que coloco em prática na minha própria residência com a finalidade de diminuir o consumo e sobrar mais dinheiro ao final do mês.

Veja mais abaixo o que fazer:

Apague a luz dos cômodos onde não é necessária iluminação extra  #1

Muitas vezes as pessoas esquecem de apagar a luz de cômodos onde não há necessidade de estarem acesas e isso pode impactar muito no consumo da casa.

O mesmo vale para deixar equipamentos ligados sem necessidade. Alguns dos mais comuns de esquecermos ligados são:

  • TV
  • Rádio
  • Computador
  • Impressora

Por isso preste atenção nesses equipamentos e lembre-se que cada pequena redução vai impactar positivamente mais lá na frente.

Aproveite a luz do dia #2

Nesses tempos modernos poucas pessoas estão aproveitando uma das maiores dádivas de Deus: a luz do Sol.

Tente exercer atividades como ler livros, limpar a casa, cozinhar ou arrumar móveis, sempre no horário em que há a iluminação solar e que não é preciso usar energia elétrica para fazer sua atividade.

Maneire no uso do Chuveiro Elétrico #3

Esse é um dos vilões do consumo, principalmente em casas onde existem muitas pessoas. Nesse caso podem ser adotadas várias atitudes para diminuir o consumo:

  • reduzir o tempo embaixo do chuveiro elétrico
  • se ensaboar com o chuveiro desligado
  • colocar o chuveiro no modo verão(ou no frio) quando não houver necessidade de estar no quente

Essas boas práticas podem impactar muito na conta de luz, mas devem ser adotadas por toda a família se quiser que surta efeito.

Evite lavar ou passar roupas várias vezes na semana #4

Um dos erros comuns que as pessoas cometem é de usarem a máquina de lavar e o ferro de passar várias vezes durante a semana.

Porém é muito mais eficiente acumular as roupas para fazer todo o serviço em um só dia.

Também pode lavar à mão caso precise de uma ou duas peças e não necessita passar as roupas para todos os momentos. Claro que cada pessoa deve analisar quando necessita da utilização dos utensílios, porém seria bem mais eficaz se usasse somente quando fosse realmente necessário.

Verifique o funcionamento dos seus equipamentos #5

Muitas vezes utilizamos as outras dicas acima e as mesmas não surtem efeito 🙁 .

Aí o problema pode ser técnico, temos vários problemas que podem culminar no aumento da conta de luz. Por isso é importante observar qual deles é e tentar resolve-lo.

Pode-se ter, por exemplo, os seguintes problemas:

  • geladeira com a borracha de vedação estragada
  • fiação velha que dispersa energia
  • problemas no medidor
  • equipamentos superaquecendo aumentando, assim, o consumo

Em todos esses casos e em casos semelhantes é necessário chamar um eletricista para que ele possa dar uma luz para a melhor solução em cada caso.


Mas espero que essas 5 dicas para economizar na energia elétrica tenham sido úteis para você e que consiga pagar menos na sua conta de luz 🙂 .